segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Normal Demais


Aquela risada demorada, aquela música com o ritmo contagiante: sem você, nada disso tem graça. Aquele gol salvador aos 46 do segundo tempo, aquele nocaulte sensacional, aquela sensação de felicidade: dura pouco, porque sem você, nada disso tem graça. Os livros e seus trechos marcantes, aquela lembrança palpitante, do que vale o que eu sei, se sem você, nada disso tem graça?

Sem você ao meu lado, as rosas tão vermelhas não são mais tão púrpuras, o Sol não aquece, os ônibus são confortáveis e o sono vem no horário. A multidão pode me acompanhar, as pessoas podem me aplaudir, mas sem você ao meu lado, do que adianta ser louvado? Caetano, Rimbaud, Darwin ou Freud são tão comuns, os vejo e nada me encanta, a genialidade parece perdida na leitura do segundo parágrafo, e você já deve saber o porquê: porque você não está ao meu lado. Raul, desgenializado, parece ser um bossa-novista, o rock'n'roll é erudito toda vez que escuto sozinho, sem você ao meu lado. As cores ficam ainda mais sem definição; a cerveja torna-se doce; minha coragem se vai; Jesus carrega duas cruzes em vez de uma, as duas tão somente com seus próprios pecados; o nada é tão mais vazio; o inferno é o lar que ensinam nas Igrejas convidando os fieis; a alegria é tão fulgaz; o silêncio é tão atroz, isso sempre acontece, quando você não está ao meu lado.

Meus erros de bom português, meus acertos de péssimo matemático são tão normais. São normais demais. Cadê a minhas manias excêntricas? Cadê meus horários sem nexo? Cadê minha fé nenhuma? Até ouso ligar a tevê. Por quê? Sem você, Sílvio Santos não joga aviõezinhos para sua plateia unanimamente feminina; o Mainardi não é ácido, e beija as mãos da esquerda; Che é conservador e aperta a mão dos americanos; o Flamengo não tem a maior torcida do Brasil. Sem você, eu não sou quem penso que sou (e nada é), e sou tão normal demais.

Canções, textos, poesia, prosa, futebol, êxtase: sem você, nada disso tem graça, viver é vagar sem sentido, tudo é normal demais, porque você não está ao meu lado.

3 comentários:

  1. Nossa, texto perfeito, impactante, realista, pessoal, magnífico, perfeito, toda pessoa se sente assim, mas tu retratou isso de uma forma bem mais talentosa do que qualquer outra pessoa.
    http://lollyoliver.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Curti seu blog, está tudo ótimo por aqui.
    Sempre que puder volto para comentar.
    Espero você no meu ;D Siga-nos!
    umpoucosobreisso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Muito legal seu blog
    e o texto tbm
    ^^

    http://ministerioartecomdeus.blogspot.com/

    ResponderExcluir