domingo, 19 de junho de 2011

PcVgl

Quem será o responsável por derramar a última lágrima? Quem vai se encarregar de apagar a última, frágil e fugaz recordação de nossas vidas? Quem vai emudecer o zunir dos nossos nomes? E quando os dias nos levarem para a mesma esquina, e nos confrontarmos frente a frente como dois estranhos, dois desconhecidos, dois amantes esquecidos, quem vai desviar o olhar? Quem vai trocar as horas exíguas de amor por desprezo incontável? No ápice de nossos devaneios, somos o porquê um do outro. Fomos o atrevimento irresponsável da conjugação do verbo amar. Fomos um. Somos dois. Você se enlaça e vê da sua sacada, a derradeira sacada do prédio, a eterna escuridão do Céu, os raios, a chuva; vê o Sol no lar, na terra em que ele nasce primeiro, sempre, só para você. Ao longe um som de percussão, uma solo de gaita e uns acordes de viola. Fim da linha. "O que fazer? Meu sentimento está preso... e eu queria ter tanto você aqui".

Um comentário:

  1. sim. agora sim, melhorou muito sua página, agora sim consigo ler até o final. agora comentando o post: me diz logo o nome da menina que tu estás apaixonado #Gogoboy...hehehe quem ser sua musa kkk

    ResponderExcluir